Publicidade
Aplicativos

Celular Seguro: como funciona o aplicativo do governo

Com o aumento do número de casos de furtos e roubos de dispositivos móveis, o Governo Federal criou o programa Celular Seguro

Este tem o objetivo de enviar notificações às operadoras de telefonia e bancos a respeito de situações como estas. 

Publicidade

Desse modo, as entidades efetuarão o bloqueio dos aplicativos e aparelhos a fim de manter a segurança de seu usuário. 

Neste artigo, falaremos mais sobre o Celular Seguro e apresentaremos informações sobre como solicitar o bloqueio de seu dispositivo, linha e contas bancárias em casos de perdas, roubos e furtos. Quer saber? Então, siga acompanhando e não perca nada!

Como funciona o programa Celular Seguro, do Governo Federal?

O programa Celular Seguro, que o Governo Federal desenvolveu para garantir a segurança da privacidade e finanças de usuários de dispositivos móveis após perdas, roubos e furtos, funciona por meio de um aplicativo de mesmo nome. 

Publicidade

Este tem o objetivo de ser uma maneira mais rápida de emitir notificações a operadoras de telefonia móvel e instituições financeiras a fim de que estas, por sua vez, efetuam o devido bloqueio de contas, linhas e cartões a fim de garantir a segurança do usuário. 

É possível fazer o download gratuito do aplicativo do governo em seu dispositivo Android e iOS. Além disso, o usuário pode entrar no site oficial do programa para realizar a notificação sobre a ocorrência. 

Celular Seguro já efetuou milhares de bloqueios

O lançamento deste programa do Governo Federal ocorreu na metade de dezembro de 2023. Em apenas uma semana, a iniciativa resultou em mais de 3,8 mil bloqueios de aparelhos que tiveram registros de roubos, furtos, perdas ou extravios. 

A maior parte dos registros (1.011) ocorreu no estado de São Paulo, unidade federativa que, no último ano, chamou a atenção pelo aumento no número de ocorrências envolvendo dispositivos móveis. 

Publicidade

O Rio de Janeiro aparece logo em seguida, com 453 bloqueios, seguido pelos estados de Pernambuco (286), Bahia (272) e, por fim, Minas Gerais (259). 

Leia também: Aplicativo gratuito para rastrear carro

Para conhecer mais notícias e informações como esta, continue, então, acompanhando o Papai Google!